Changes and Keepers

April 28, 2010

Hoje parei para pensar nos passos que venho dado há quase seis meses…

Mas nesse mesmo hoje, não quero falar dos passos que percorri, e sim sobre os passos que percorrerei…

Meu curso em Pós-Graduação em Business and Management está em sua exata metade, e arrisco dizer que sua metade mais importante já se foi. Todo o fascínio e toda a vontade de absorver 200% de tudo o que há ao redor já não é a verdade mais absoluta, e sejamos francos, isso não é surpresa.

Faz essa mudança parte do curso? Parte da viagem, com certeza. Estar aqui, nestas condições e sob este contexto com certeza despertou interesses em mim que antes eram classificados como sonhos engavetados, rascunhos inacabados de estilos de vida… E o que me deixa intrigado é saber que dos sonhos mais antigos e das minhas aspirações mais inocentes, é de onde tiro as melhores idéias; é de onde sinto mais sede de levar tudo para frente.

Cheguei aqui com uma modesta bagagem profissional, uma percepção de mercado da qual não posso reclamar, e que agora só me refiro à mesma para dar suporte a tudo o que sei, entendo, uso e acredito hoje. Sinceramente, saí do Brasil “sonhando” em trabalhar em uma grande empresa, não necessariamente uma empresa grande. Um lugar onde eu pudesse ter o meu êxito e no “bottom line” eu poderia contribuir para a empresa – a sociedade – o mundo, da melhor maneira possível, e assim obter o reconhecimento, a recompensa, a satisfação em igual patamar.

Sem medo de ser julgado, compartilho com vocês que não sabia por onde começar, o que fazer e como fazer. Me diz se você, no começo da sua carreira, sabia onde estaria hoje? Pois é.. Não julge.. Mas continuando, hoje eu consigo facilmente analisar por segmento de mercado que mais me interessa, ou o perfil da empresa que mais leva em consideração os valores que me são mais importantes, ou até arriscar dizer a empresa “X” porque nela, independente desses dois fatores, há o terceiro fator: o EGO.

Pode parecer meio bobo, mas antes isso para mim não só era difícil, como também nunca havia passado pela minha cabeça. Na criação de “estude menino, que é o que vai te dar dinheiro”, a gente acaba acreditando demais em títulos, e de menos em potencial. Mas não posso reclamar, foi assim que passei na primeira lista do vestibular do Mackenzie. E por que não dizer também que foi assim que insisti em fazer esse curso aqui?

E realmente… Hoje considero que no campo profissional, minha “visão” também mudou. A visão é o escopo do que perseguimos. É o que buscamos ser ou atingir. E se mudou, mudou para quê? Enquanto antes achava que entrar na empresa X vestindo o Armani e tendo um office lá em cima, sem saber o que, para que, e como fazer o que quer que deveria ser feito, era o que eu chamava de visão, hoje identifico a visão como entrando na empresa X, sabendo exatamente o que fazer, como fazer, com quem fazer e para que fazer. Não só isso, é queimar os neurônios para descobrir novos “o que fazer”, otimizar os “como fazer”, selecionar e treinar “com quem fazer” e convencer o “para que fazer”. Minha visão é portanto, estar inserido no melhor contexto possível, sendo ele o trabalho, a empresa, as pessoas, para assim conseguir extrair todo o potencial de que sou capaz.

E ao conseguir mudar essa “visão” com apenas seis meses, comprovo que a metade mais interessante do curso que eu estou fazendo já se foi.
Isso não quer dizer que eu não possa fazer essa outra metade exceder minhas expectativas, e ser também, a metade mais interessante, assim que acabar, certo? =]

Meu recado de hoje é esse: sonhamos bastante, abrimos asas quando dormimos… Não exercer toda essa criatividade enquanto estamos vivendo é o que nos prende e nos afasta da felicidade, é o que nos priva de fazer a diferença. Aqui entra o estudo, o conhecimento é claro, você tem que saber (principalmente hoje em dia) o que fazer, como fazer, para quem fazer e com quem fazer. Para FAZER direito. Sonhar é o primeiro passo, o segundo é começar… E como disse Martin Luther King: “Você não precisa enxergar todos os degraus da escada, para subir o primeiro”. Amém.

Eu quero fazer a diferença. E você?

Today’s Song: Doris Day – Perhaps Perhaps Perhaps

Felipe – Phill

Advertisements

2 Responses to “Changes and Keepers”

  1. Will said

    Ahhh ja tava na hora de postar neh hahaha !
    A Fe eu tenho planos para o meu futuro , ja me imaginei daqui tantos anos mas agora vivo cada segundo do dia me focando no presente pq o futuro nao é o amanha pra mim o futuro eh o agora e o passado aconteceu a 1 segundo atras e em qualquer momento esse 1 segundo pode mudar tudo e o meu futuro ser totalmente diferente do que imaginei .
    As vezes posso deixar algo valioso passar dispercebido so pelo simples fato desse algo estar disfarcado sobre a simplicidade .
    Voce esta passando por uma experiencia maravilhosa , aproveita cada momento , cada segundo , nunca duvide de vc mesmo , o felipe que conheci eh um cara incrivel , uma pessoa de luz cercada de amor .
    Espero ler novos posts seus como esse que revela todo seu aprendizado e amadurecimento fazendo vc um cara mais incrivel do que ja eh !!!

  2. Celia said

    Querido, Amado, Estimado e Tudo O Mais de Bom Que Existe na Terra!,

    Fico imensamente feliz com sua conclusão(parcial sempre pois não chegamos no fim da linha não é mesmo?)pois vejo que está crescendo não apenas como pessoa e sim como um profissional pelo qual voce está se preparando.
    Filho, o caminho é por aí mesmo porém não esqueça que o seu EGO pode e deve ser considerado pois o que deve ser policiado é COMO seu Ego será “Alimentado”:
    só poder? Só profissional? Só pessoal? Enfim o Ego tem que ser trabalhado e se conseguir trabalhá-lo com equilíbrio entre pessoal/profissional será perfeito.
    Bem se não conseguir entrar na empresa X ou Y o potencial para ser um grande escritor voce já tem, e pode apostar pois cada palavra lida em seu Post nos remete exatamente no momento do acontecido. Voce consegue dar cores, gostos e cheiros para sua experiências e todos eles eu sinto em cada palavra.
    Eu sou suspeita para falar pois sou a mamys porém pelos comentários que vejo mais pessoas acreditam no que estou falando.
    Bom vou dizer que Te Amo e que sou sua fão pois acho que nunca te dise isso né MEU QUERIDO.
    TE AMO SO MUCH.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: